Carros 3 [Resenha do Filme]

Conferimos a Cabine de Imprensa de Carros 3.
Se tem uma coisa que a Disney sabe fazer é nos emocionar! Eu não esperava sentir tanta emoção vendo Carros 3, não esperava torcer tanto para o relâmpago McQueen, sentir tanta raiva do seu rival e no final sentir toda a emoção dos personagens porque a aposentaria nem sempre é um tema fácil.
O longa começa com McQueen sendo o de sempre, divertido e campeão, mas as coisas mudam com o passar do tempo, novatos aparecem, antigos amigos se despedem, se aposentam e o protagonista vai ficando cada vez mais para trás! Durante uma corrida, McQueen acelera demais, perdendo o controle e sofre um grave acidente, mas o corredor não desiste facilmente e mesmo quando todos acreditam em sua aposentadoria ele insiste em voltar para as pistas.
Existe uma grade virada nesse longa que acaba diferenciando-o dos outros, são novos personagens, novas tecnologias e novos patrocinadores de McQueen que inclusive ganha uma treinadora: Cruz Ramirez. Apesar de estar bem desacreditado, seu novo patrocínio aceita que o protagonista volte a correr, mas caso não ganhe vai virar garoto propaganda e abandonar as corridas. McQueen então parte para um forte treinamento junto com Ramirez, mas sente uma enorme falta de seu treinador. Bastante perdido, o corredor embarca numa jornada em que precisará refletir sobre seus objetivos e encarar que não é mais o mesmo.
Cruz Ramirez foi uma enorme surpresa na trama, dublada no Brasil por Giovanna Ewbank, a personagem ganha mais destaque do que eu imaginava e de treinadora passa a amiga de McQueen e possui mais talento do que imagina.
O longa tem uma mensagem super positiva, abordando o tema da aposentaria que não é nada fácil para nenhum atleta. Afinal, quando se deve mesmo parar? Claro que sendo um mundo de carros a gente logo se questiona se não seria mais fácil o protagonista arrumar seu motor, mas não podemos mudar o corpo para combater a idade, ela é inevitável e quanto mais rápido a gente se adapta, melhor.
O filme continua com personagens cativantes e facilmente detestamos Jackson Storm, com sua arrogância, prepotência e jovialidade irritante, inclusive, me lembrou bastante o sentimento que tive quando Schumacher entrou para a fórmula 1. Obviamente da metade do filme em diante fica previsível o enredo, mas ainda assim o roteiro conseguiu me surpreender pela forma com que tudo acontece. McQueen vai buscar nas raízes do seu antigo treinador (voz do falecido Paul Newman) um modo de continuar nas corridas e acaba aprendendo bem mais do que imagina. As cenas dos treinamentos são bem interessantes e o longa continua com excelentes diálogos e piadas inteligentes.
Carros 3 apresenta novas perspectivas para os personagens em uma história muito bonita, sensível com tons reais na trama que impressionam.
Vale lembrar que no Brasil além de Giovanna Ewbank, Nah Cardoso, Rubinho Barrichello e Fernanda Gentil estão no elenco de dublagem.
PS: antes de Carros 3, a Disney exibiu o curta Lou que conta a história de um monstro que vive em uma caixa de achados e perdidos e tem a aparência de alguns itens descartado. Curtinho, mas bem bonito.
Trailer:

FICHA TÉCNICA


Título: Carros 3
Título Original: Cars 3
Diretor: Brian Fee
Data de Lançamento no Brasil: 13 de julho de 2017
Michele Lima

11 thoughts on “Carros 3 [Resenha do Filme]

  • 12 de julho de 2017 em 17:04
    Permalink

    Olá, tudo bem? Ahhhhhhhhh, eu amo demais o primeiro filme! Fiquei muito feliz quando entrei aqui e vi que logo sai o 3, hahaha. Não sabia que a Nah estava na dublagem, amei! <3

    Beijos,
    Duas Livreiras

    Resposta
  • 12 de julho de 2017 em 17:18
    Permalink

    Oi!
    Confesso que nunca gostei desse filme, desde o primeiro. Mas essa tua resenha tá tão linda e fofinha que até deu vontade de ver, amei <33
    Seguindo seu blog já <33

    melninas.blogspot.com.br

    Resposta
  • 12 de julho de 2017 em 17:58
    Permalink

    Assisti Carros 1 e 2, e geralmente não gosto muito quando começam a dar continuação pra longas. Mas, vendo isso que você falou, parece que esse se safou no quesito originalidade, né? Até estou com vontade de dar uma olhada!

    Beijo!
    CONTROVÉRSIAS.

    Resposta
  • 12 de julho de 2017 em 23:16
    Permalink

    Oi Michele,
    Quero muito ver esse filme, e espero poder ver agora que quase ninguém saiu comentando horrores do filme.
    Amei as sua opinião sobre o filme ♥

    Beijoss, Enjoy Books

    Resposta
  • 12 de julho de 2017 em 23:46
    Permalink

    Ainn até escorreu uma lágrima, não sei se vou ver o Relâmpago Marquinhos nos cinemas, mas amei sua review, Mi! Parece que a Disney conseguiu inovar de novo, trazendo reflexões das animações para nossa vida!

    Bjs ♥

    EntreLinhas Fantásticas

    Resposta
  • 18 de julho de 2017 em 17:25
    Permalink

    Olá Mi, tudo bem?
    Ah! Quero muito ir ao cinema, mas ainda não consegui. Gosto muito dessa animação, já assisti os dois primeiros, e estou curiosa em relação ao terceiro. Enfim, amei a resenha e fico feliz que tenha gostado.
    Beijos!

    http://excentricagarota.blogspot.com.br

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+
Crítica: A Esposa do meu marido Dorama: Diva à Deriva Dorama: Nosso Destino 5 doramas dublados no Star+